segunda-feira, 31 de outubro de 2011

domingo, 23 de outubro de 2011

Bing Bang Subtitled - Lazy Town

propagandas criativas

ideias geniais

propaganda

desenho genial

invenção criativa

RECICLAGEM COM CRIATIVIDADE

Alfabetização através de jogos acatelan 4 vídeos

Aprender tem que ser gostoso

como fazer onibus de garrafa pet

Confecção de Brinquedos Pedagógicos com Sucata e Dobradura - Dobraduras

Confecção de Brinquedos Pedagógicos com Sucata e Dobradura -

dinâmica com barbante -

dinâmica com balões

Dinâmicas de Grupo

Santana de Parnaiba - Ação - Iniciativa deixa as aulas obrigatórias mais interessantes

Domingo Legal - Entrevista Legal: Latino (28/08/2011)

O contexto é importante para evitar mal entendido. Ao se retirar uma informação de seu contexto original perde-se o sentido, ou este pode ser modificado. Na entrevista do vídeo Latino respondeu a outras perguntas, perguntas sérias. Mas os diretores e editores do vídeo trocou as perguntas e emprestou-lhes um duplo sentido. Ou sentidos distorcido. Latíno nunca foi contrabandistas. Todos conhecem sua história de luta e de sucesso. E esperam que ele faça mais sucesso.




sábado, 22 de outubro de 2011

Psicologia inversa en su estado mas puro (subtitled)

Linguagem Corporal -Segredos da Face

Como ganhar dinheiro com seu talento?

POUCO A POUCO Leonardo

Leonardo (só deus pode mudar o nosso amor) letra

Nunca desistir

Zezé Di Camargo & Luciano -- Você Vai Ver - Clipe Oficial

Nando e Mateus cover Zezé cantando com Zezé di camargo e Luciano



Surpreendente - a trajetória mais emocionante que já vi





Manual do Mundo - música

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Chatbot


A chatbot is a a computer program designed to simulate an intelligent conversation with human users.
Most chat bots simply scan for keywords within the input and pull a reply with the most matching answer from a database.
This is an Artificial Intelligence learns everything from visitors ...


http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en|pt&u=http://www.chat-bot.com/

http://alice.pandorabots.com/

http://translate.google.com.br/

LazyTown - Barbie Girl.

Livros personalizados

As Quatro Estações Sandy e Junior Composição: Sandy - Álvaro Socci



As Quatro Estações
Sandy e Junior
Composição: Sandy - Álvaro Socci

A noite cai, o frio desce
Mas aqui dentro predomina
Esse amor que me aquece
Protege da solidão
A noite cai, a chuva traz
O medo e a aflição
Mas é o amor que está aqui dentro
E acalma meu coração

Passa o inverno, chega o verão
O calor aquece minha emoção
Não pelo clima da estação
Mas pelo fogo dessa paixão
Na primavera, calmaria
Tranqüilidade, uma quimera
Queria sempre essa alegria
Viver sonhando, quem me dera

No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, é imortal
No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, não
É imortal
Uh, uh, uh, uh, é imortal

A noite cai, o frio desce
Mas aqui dentro predomina
Esse amor que me aquece
Protege da solidão
A noite cai, a chuva traz
O medo e a aflição
Mas é o amor que está aqui dentro
Que acalma meu coração

Passa o inverno, chega o verão
O calor aquece minha emoção
Não pelo clima da estação
Mas pelo fogo dessa paixão
Na primavera, calmaria
Tranqüilidade, uma quimera
Queria sempre essa alegria
Viver sonhando, quem me dera

No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, é imortal
No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, não
É imortal
Uh, uh, uh, uh, é imortal
Uh, uh, uh, uh, é imortal...

No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, é imortal
No outono é sempre igual
As folhas caem no quintal
Só não cai o meu amor
Pois não tem jeito, não
É imortal
Uh, uh, uh, uh, é imortal
Uh, uh, uh, uh, é imortal...


Las Cuatro Estaciones
Sandy e Junior
Composición: Sandy - Álvaro Socci

La noche cae,el frío desciende
Pero aquí adentro predomina
este amor que me calienta
Me protege de la soledad
La noche cae, la lluvia trae
El miedo y la aflicción
Pero es el amor que está aqui dentro
Y calma a mi corazón

Pasa el invierno, llega el verano
El calor calienta mi emoción
No por el clima de la estación
Es por el fuego de esta pasión
En la primavera , calma
Tranquilidad, una quimera
Quiero siempre esta alegría
Vivir soñando, si pudiera

En otoño siempre igual
Las hojas caen en el patio
Sólo no cae mi amor
Pues de ningun modo , es inmortal
En otoño siempre igual
Las hojas caen en el patio
Sólo no cae mi amor
Pues de ningun modo , no
Es inmortal
Uh, uh, uh, uh, es inmortal

Separados na maternidade



todos crescem...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Discovery Channel - Mecânica Quântica -

1/5 - Discovery Channel - Mecânica Quântica - Documentário (Dublado) Completo!



2/5 - Discovery Channel - Mecânica Quântica - Documentário (Dublado) Completo!



3/5 - Discovery Channel - Mecânica Quântica - Documentário (Dublado) Completo!

Amigo namorado ou ficante Marcos e Fernando CD Novo ao vivo em Uberlandia

Versos Mudos - Marjorie

Segredos - Frejat

Pitty - Equalize

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Educom


http://web.educom.pt/pr1305/corpo_adjecti1.htm

Escola virtual


http://escolavirtual.kids.sapo.pt/#EV

arte curiosa







http://bobeirasemgeral.blogspot.com/2010/01/leaf-carving-arte-de-esculpir-em-folhas.html

MUSICA ELETRONICA no VIOLAO

sábado, 15 de outubro de 2011

Proibido chorar Mas eu chorei

Uma Razão Para Viver

A menina e o siri, triste historia mais linda

Dog A história de um Cachorro

Sissi - Alexandre Pires [Legendado]

Tchau Tchau - Maria Cecília e Rodolfo [Legendado]

Do lado de cá - Chimarruts [Legendado]

Chimarruts - Quando o Amor bate a porta (legendado)

Saudade vem - Adriana ribeiro

Tânia Mara - Gostava tanto de você

Que Pena - Raça Negra





LETRA: Que Pena
(Raça Negra)


Olha só você
Depois de me perder
Veja só você
Que pena...

Você não quis me ouvir
Você não quis saber
Desfez do meu amor
Que pena...

Hoje é você que está sofrendo amor
Hoje sou eu quem não te quer
O meu coração já tem um novo amor
Você pode fazer o que quiser

Você jogou fora o amor que eu te dei
O sonho que sonhei, isso não se faz
Você jogou fora a minha ilusão, a louca paixão
É Tarde demais
Que pena
Que pena, amor
Que pena
Que pena, amor


Hoje é você que está sofrendo amor
Hoje sou eu quem não te quer
O meu coração já tem um novo amor
Você pode fazer o que quiser

Você jogou fora o amor que eu te dei
O sonho que sonhei, isso não se faz
Você jogou fora a minha ilusão, a louca paixão
É Tarde demais
Que pena
Que pena, amor
Que pena
Que pena, amor
Que pena
Que pena, amor
Que pena

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

CIRQUE DU SOLEIL - ALEGRIA

Cirque Du Soleil

Malabarista do Cirque du Soleil faz coisas incríveis com bolinhas.

Maior imitador do Brasil - Ciro Jatene

Imitação de vozes

Tudo é Possível - O Melhor Imitador do Brasil ( Imitações de Cantores ) 13/02/2011

Como destruir a beleza da poesia

stand up - Marcelo Adnet

hino nacional versao moderna

Jay ho Paródia

Ilustração - Hino Nacional

lady gaga paparazzo paródia




terça-feira, 11 de outubro de 2011

Fada - Victor e Leo

Quem de nois dois-Victor e Leo




Quem de Nós Dois

Victor e Leo

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber
Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer
Se eu disser que já nem sinto nada
Que a estrada sem você é mais segura
Eu sei você vai rir da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso, leio teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
E eu já nem preciso
Sinto dizer
Que amo mesmo, tá ruim pra disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos
No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra-mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada
E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na sua vida
Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa
Se eu tento esconder minhas verdades
Você conhece o meu sorriso
Leu no meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
Por que eu já nem preciso
E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais . . .

Composição: Ana Carolina / Dudu Falcão / Gean Luca Grignani / Massima Luca

http://letras.terra.com.br/victor-leo/797043/

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Rihanna - Shut Up And Drive

Dicionário Crítico de Análise Junguiana

http://www.rubedo.psc.br/dicjung/verbetes/arquetip.htm





ARQUÉTIPO

A parte herdada da PSIQUE; padrões de estruturação do desempenho psicológico ligados ao INSTINTO; uma entidade hipotética irrepresentável em si mesma e evidente somente através de suas manifestações.

A teoria dos arquétipos, de Jung, desenvolveu-se em três estágios. Em 1912 ele escreveu sobre imagens primordiais que reconhecia na vida inconsciente de seus pacientes, como também em sua própria auto-análise. Essas imagens eram semelhantes a motivos repetidos em toda parte e por toda a história, porém seus aspectos principais eram sua numinosidade, inconsciência e autonomia (ver NUMINOSO). Na concepção de Jung, o INCONSCIENTE coletivo promove tais imagens. Por volta de 1917, escrevia sobre dominantes não-pessoais ou pontos nodais na psique, que atraem energia e influenciam o funcionamento de uma pessoa. Foi em 1919 que pela primeira vez fez uso do termo arquétipo, a fim de evitar qualquer sugestão de que era o conteúdo e não o esboço ou padrão inconsciente e irrepresentável que era fundamental. São feitas referências ao arquétipo per se para que fosse claramente distinguido de uma IMAGEM arquetípica compreensível (ou compreendida) pelo homem.

O arquétipo é um conceito psicossomático, unindo corpo e psique, instinto e imagem. Para Jung isso era importante, pois ele não considerava a psicologia e imagens como correlatos ou reflexos de impulsos biológicos. Sua asserção de que as imagens evocam o objetivo dos instintos implica que elas merecem um lugar de igual importância.

Os arquétipos são percebidos em comportamentos externos, especialmente aqueles que se aglomeram em torno de experiências básicas e universais da vida, tais como nascimento, casamento, maternidade, morte e separação. Também se aderem à estrutura da própria psique humana e são observáveis na relação com a vida interior ou psíquica, revelando-se por meio de figuras tais como ANIMA, SOMBRA, PERSONA, e outras mais. Teoricamente, poderia existir qualquer número de arquétipos.

Padrões arquetípicos esperam o momento de se realizarem na personalidade, são capazes de uma variação infinita, são dependentes da expressão individual e exercem uma fascinação reforçada pela expectativa tradicional ou cultural; e, assim, portam uma forte carga de energia, potencialmente arrasadora a que é difícil de se resistir (a capacidade de fazê-lo é dependente do estágio de desenvolvimento e do estado de CONSCIÊNCIA). Os arquétipos suscitam o AFETO, cegam o indivíduo para a realidade e tomam posse da VONTADE. Viver arquetipicamente é viver sem limitações (INFLAÇÃO). Entretanto, dar expressão arquetípica a alguma coisa pode ser interagir conscientemente com a imagem COLETIVA, histórica, de forma tal a permitir oportunidade para o jogo de polaridades intrínsecas: passado e presente, pessoal e coletivo, típico e único (ver OPOSTOS).

Todas a imagens psíquicas compartilham, até certo ponto, do arquetípico. Esta é a razão por que os sonhos e muitos outros fenômenos psíquicos possuem numinosidade. Comportamentos arquetípicos têm a maior evidência em tempos de crise, quando o EGO está vulnerável ao máximo. Qualidades arquetípicas são encontradas em SÍMBOLOS e isso, em parte, responde por sua fascinação, utilidade e recorrência. DEUSES são METÁFORAS de comportamentos arquetípicos e MITOS são ENCENAÇÕES arquetípicas. Os arquétipos não podem completamente ser integrados nem esgotados em forma humana. A análise da vida implica uma conscientização crescente das dimensões arquetípicas da vida de uma pessoa.

O conceito do arquétipo, de Jung, está na tradição das Idéias Platônicas, presentes nas mentes dos deuses, e que servem como modelos para todas as entidades no reino humano. As categorias apriorísticas da percepção, de Kant, e os protótipos de Schopenhauer também são conceitos precursores.

Em 1934, Jung escreveu:

Os princípios básicos, os archetypoi, do inconsciente são indescritíveis em virtude de sua riqueza de referência, muito embora recognoscíveis em si mesmos. O intelecto discriminador naturalmente prossegue tentando estabelecer-lhes significados únicos e, assim, perde o ponto essencial; pois aquilo que, antes de tudo, podemos estabelecer como compatível com sua natureza é seu significado múltiplo, sua quase ilimitada riqueza de referência, que torna impossível qualquer formulação unilateral (CW 9i, parág. 80).

Ellenberger (1970) identificou o arquétipo como uma das três principais diferenças conceituais entre Jung e Freud na definição do conteúdo e do comportamento do inconsciente. Seguindo Jung, Neumann (1954) via os arquétipos recorrentes em cada geração, mas também adquirindo uma história de formas baseada em uma ampliação da consciência humana. Hillman, fundador da escola da Psicologia Arquetípica, cita o conceito de arquétipo como o mais fundamental na obra de Jung, referindo-se a essas mais profundas premissas do funcionamento psíquico como delineadoras do modo pelo qual percebemos e nos relacionamos com o mundo (1975). Williams argumentou que, se a estrutura arquetípica permanecer vazia sem uma experiência pessoal para preenchê-la, a distinção entre dimensões pessoais e coletivas da experiência ou categorias do inconsciente pode ser algo acadêmica (1963a).

Noções de estrutura psicológica inata existem na psicanálise hodierna, marcadamente na escola kleiniana; Isaacs (fantasia inconsciente), Bion (preconcepção) e Money-Kyrle (cf. Money-Kyrle, 1978). A teoria dos arquétipos, de Jung, também pode ser comparada ao pensamento estruturalista (Samuels, 1983 a).

Com o uso crescente do termo, encontramos freqüentes referências a fenômenos tais como “um necessário deslocamento do arquétipo paterno” ou “o arquétipo em deslocamento da feminilidade”. A palavra foi incluída no Dictionary of Modern Thought de Fontana, em 1977. O biólogo Sheldrake encontra correspondência relevante entre a formulação de Jung e sua teoria dos “campos morfogenéticos” (1981).

disléxicos famosos II

Pablo Picasso

Magic Johnson
Charles Darwin


Alexander Graham Bell

Muhammad Ali



Agatha Christie

disléxicos famosos

Confira lista com 15 disléxicos famosos
PUBLICIDADE

da Folha Online

Disléxicos costumam ter o lado direito do cérebro mais desenvolvido que o esquerdo. Com isso, possuem facilidade para atividades ligadas à criatividade. Eles geralmente também adquirem caráter empreendedor.

Por isso, a recorrência do distúrbio é grande entre cientistas, escritores e personalidades dos mundos empresarial e político. Confira abaixo uma lista de 15 disléxicos famosos produzida com base em dados da ABD (Associação Brasileira de Dislexia).

Agatha Christie (escritora)
Charles Darwin (cientista)
Cher (cantora)
Franklin D. Roosevelt (32° presidente dos Estados Unidos)
Divulgação

Assim como Tom Cruise, ator Robin Williams possui distúrbios disléxicos
George Washington (1º presidente dos Estados Unidos)
Leonardo Da Vinci (artista e inventor)




08/10/2007 - 09h25

Napoleão Bonaparte (imperador da França)


Pablo Picasso (artista plástico)
Robin Williams (ator)
Thomas A. Edison (inventor da lâmpada)
Tom Cruise (ator)
Vincent van Gogh (pintor)
Winston Churchill (primeiro-ministro britânico)
Walt Disney (fundador dos estúdios Disney)
Whoopi Goldberg (atriz)


http://www.deficienteciente.com.br

e-farsas

http://www.e-farsas.com/

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Sandy e Junior - Imortal



Sandy e Junior - Imortal



É bem assim que estou, é tudo que restou
Eu tiver que escolher entre eu e te perder
Que pena, tudo acabou
Eu cresci agora sou mulher
Tenho que encarar com muita fé
Seria o bastante
Eu vou seguir o meu caminho e te esquecer
Pensar um pouco em mim, tentar viver
Seria o bastante

O que é imortal, não morre no final
E se distante é assim

Isso não vai ter fim
Nem se eu quiser você sai de mim
Eu já tentei mas te esquecer assim
Não dá

Quem escolheu fui eu, e tenho que aceitar
Mas não foi erro meu, você no meu lugar
Faria exatamente igual

O que é imortal, não morre no final
E se distante é assim

Eu cresci agora sou mulher
Tenho que encarar com muita fé
Seria o bastante
Eu vou seguir o meu caminho e te esquecer
Pensar um pouco em mim, tentar viver
Seria o bastante

Isso não vai ter fim (não, não)
Nem se eu quiser você sai de mim (uh, uh)
Eu já tentei mas te esquecer assim
Não dá

O que é imortal
E se distante é assim
Isso é imortal.

domingo, 2 de outubro de 2011

técnicas de estudo

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/comunicacao/tecnicas-em-dinamica.html

falhas dos editores de imagem

milagre dos editores de imagem

lista dos dez

O que acontece quando não estudamos



duplo sentido - ambiguidade

Jogo de perguntas e respostas dos Jonas Brothers - Legendado

TRABALHO PORTUGUES_Comedias para se ler na escola

Comédias para se ler na escola - Parte II

Comédias Para Se Ler Na Escola

homem trocado

carta do Jeca Gay

escolinha do Gugu - carta vesus descrição

~

SOLIDÃO - Milionário e José Rico

Milionário e José Rico - Decida

Milionário e José Rico

Milionário e José Rico